Inicio / Destaque / Contadores fiquem atentos aos novos reajustes da categoria.

Contadores fiquem atentos aos novos reajustes da categoria.

Caro contador, leia, pesquise e se informe sobre as alterações VIGÊNCIA DA CLÁUSULA: 01/09/2017 a 31/08/2018 Fica assegurado aos empregados da categoria, a partir de 1º de Setembro/2017, os salários profissionais de acordo com os niveis e classificação a seguir:

Nivel I – R$ 1.027,95 (um mil e vinte e sete reais e noventa e cinco centavos) – para auxiliares de serviços gerais, tais como: serventes, “office – boys” e zeladores.

Nivel II – R$ 1.088,57 (Um mil e oitenta e oito reais e cinquenta e sete centavos) – para auxiliares de produção, compreendidos: auxiliar de corte; auxiliar de passadoria; empacotador; arrematador e auxiliar de serigrafia.

Nivel III – R$ 1.151,95 (Um mil e cento e cinquenta e um reais e noventa e cinco centavos) – para operadores de máquina, compreendidos: costura reta, overloque, interloque, galoneira, caseadeira, travete, botoneira, bordadeira automática, prensa (passadoria) balconista comissionado ; outros operadores de máquinas; operador de máquina de corte; serígrafo.

Nivel IV – R$ 1,262,19 (um mil e duzentos e sessenta e dois reais e dezenove centavos) – para costureiro profissional, compreendidos: costureiro, bordador, balconista não comissionado e cortador. Entende-se como costureiro o profissional que, além de operar todas as máquinas descritas no nivel III, executa a peça inteira.

Nivel V – R$ 1.694,86 (um mil e seiscentos e noventa e quatro reais e oitenta e seis centavos) – para criação e desenvolvimento de produto: estilista, modelista e encarregado de produção.

CLÁUSULA QUARTA – REAJUSTE VIGÊNCIA DA CLÁUSULA: 01/09/2017 a 31/08/2018

Em 1º de Setembro de 2017, os salários dos empregados serão corrigidos pelo percentual de 4,00% (quatro por cento) sobre a faixa salarial de até R$ 2.000,00 (dois mil reais) dos salários praticados em outubro de 2016

§ 1º – Os empregados que em outubro/2016 percebiam salários superiores à faixa de R$ 2.001,00 (dois mil e um reais) terão reajuste de 2,5% (dois virgula cinco por cento) em 1° de Setembro de 2017, podendo, ainda, negociar diretamente com a empresa o reajuste na faixa restante dos salários.

§ 2° – Serão compensáveis as antecipações concedidas no período de outubro/2016 a agosto/2017, na forma da Instrução Normativa nº 01 do TST.

§ 3º – Admissão após agosto/2017: A correção salarial dos empregados admitidos após outubro/2016, será proporcional aos meses trabalhados.

§ 4º – O reajuste ora acertado refere-se a perda salarial ocorrida no período de outubro/2016 a agosto/2017.

§ 5º – Na vigência dessa Convenção Coletiva de Trabalho, será assegurado aos empregados da categoria, o salário mínimo federal, quando o mesmo for superior aos níveis I, II e III.

CLÁUSULA DÉCIMA – AJUDA ALIMENTAÇÃO

A partir de 1º de setembro de 2017, as empresas com mais de 02 (dois) trabalhadores fornecerão auxílio alimentação mensal no valor mínimo de R$ 89,08 (Oitenta e nove reais e oito centavos).

§ 1º – Os valores inerentes ao vale alimentação não possuem natureza salarial, e sim indenizatória, não integrando a remuneração para qualquer efeito e, portanto, não gerando reflexos em quaisquer verbas, sejam trabalhistas, previdenciárias e fiscais.

§ 2º – Os trabalhadores que tiverem uma falta injustificada no mês perderão a direito ao vale alimentação no mês subsequente.

§ 3º – As empresas que já fornecem o auxílio alimentação, auxílio refeição ou alimentação (seja em convênio com restaurante ou na própria empresa), em valor não inferior ao estabelecido acima, estarão desobrigados ao cumprimento do caput da presente cláusula.

§ 4º – Fica autorizado as empresas a efetuarem o desconto até o limite de 20% (vinte por cento) a incidir sobre o valor pago a título de auxílio/ajuda alimentação

Atenciosamente,

Sobre admin

Veja também...

selecaotuitui

Curso de extensão Tuiuti

Curso de extensão com desconto para os associados do Sitravest.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.